Bem-te-vi Produções

Projetos de Experiência Vivencial 

Foi na peregrinação que a produtora independente Bem-te-vi Produções nasceu, com a sua missão de adentrar diversas realidades e servir como ponte de minorias com a sociedade de forma humana e experiencial, usando a ferramenta do audiovisual, fotografia e som, além de outros meios de comunicação, também desenvolvendo de projetos completos com mais frentes de ações seja cultural, social, ambiental e/ou educacional.

 

O pássaro bem-te-vi é uma ave graciosa e bem humorada que exibe seu peito amarelo pelos céus, enxergando o mundo sob outros pontos de vista e proclamando o otimismo e a verdade. Como o pássaro, a iniciativa voa para diferentes culturas e realidades, produzindo um conteúdo multi-cultural que busca chegar mais longe, conectando as pessoas como um.

 

Lara Jacoski e Patrick Belem, diretores e sócios da Bem-te-vi Produções se encontraram no Marrocos durante uma residência artística (Progress,2012), seguindo para a Índia (Everyday India, 2012) produzindo seu primeiro projeto audiovisual colaborativo. Contemplados pelo MINC, produziram um documentário seriado na Bolívia e Peru (Projeto Perfil, 2013) a partir de experiências vivenciais, em 2014 viveram no Brasil realizando filmes comerciais para artistas, marcas e causas, seguindo para a Tailândia durante todo ano de 2015 (Watch Your Waste, 2015) fazendo projetos audiovisuais integrando áreas educacional e ambiental com temática em resíduos, foram para o Camboja em residência artística (Social Entrepreneurs, 2016), e voltaram para a Índia morando 6 meses em produção Por dias Melhores, 2016), um seriado documental com distribuição internacional online.

Com o golpe político, o duo decide voltar e residir no Brasil em 2017 com a missão de focar em projetos nacionais independentes da cultura popular e povos originários. Nos últimos 3 anos se dedicaram majoritariamente em projetos de frente audiovisual e diversificações em outros âmbitos dependendo da necessidade de cada realidade. Adentraram a Amazônia Acriana com o povo Huni Kuin (Yube Inu, Eskawata Kayawai) e imergiram pelo Brasil, no Xingu (povo Kuikuro), no Mato Grosso (povo Xavante), no Tocantins (povo Karajá) além de projetos pelo Paraná onde residem, seguindo também para os Estados Unidos em encontro mundial de anciões indígenas (Aniwa, 2019).

 

Em 2020 desenvolvem projetos relacionados à mata atlântica e trabalham na pós-produção seu primeiro longa-metragem Eskawata Kayawai, documentário sobre o resgate cultural Huni Kuin através da ayahuasca que será lançado em 2021.

LARA JACOSKI

Diretora e Produtora
Bem-te-vi Produções

Lara é uma mulher em seu poder, faz-se de ponte entre mundos distintos, realizando vivências e projetos multi-culturais, conscientizando, aproximando e despertando o outro.
 

Natural de Curitiba, porém na 10 anos na estrada mundo à fora, realizando projetos como produtora, publicitária (formada em 2010) e cineasta (diretora, roteirista, produtora, diretora de fotografia e editora). Morou em Londres 2010-2012 estudando e fazendo cinema, mas o que realmente mudou sua vida foi ir à Índia ao fim de 2012, abrindo horizontes de seu ser maior.

De berço católico-espírita, Lara sempre buscou ir além do que foi apresentado, a levando ao nomadismo, vivendo, conhecendo e produzindo, com os bérberes do Marrocos, as mulheres roubadas da Índia, curandeiros da Bolívia, e o povo originário da Amazônia.

Estar em movimento em outros espaços sempre expandiu os horizontes descobrindo outros mundos, formas de ver e viver. 

 

Nesse movimento, compreendeu a facilidade de adentrar nos mais diversos universos, e assim serve a sua missão da criação de projetos multiculturais, transmitindo a beleza da simplicidade da cultura ancestral tradicional, de pessoas vivendo a sua verdade, contatos que sempre abriram as mais belas portas para conhecer e aprender com notáveis seres, materializando projetos de relevância para si e para o outro.

Patrick Belem é um espírito livre. Músico de medicinas sagradas da floresta, fotógrafo, cineasta e jornalista (formado em 2009 em Curitiba).

 

Seu trabalho principal, além de compor e cantar músicas de medicina, é como diretor de fotografia para filmes documentais pela sua produtora Bem-te-vi Produções, buscando conectar as pessoas como uma só. Não importa onde se produz, África, Ásia, América Latina ou do Norte, o conteúdo é sempre com uma mensagem pluricultural que atingem o coração de todos como um.

Seus projetos sempre se misturaram em suas andanças, seja no caminho profissional ou no espiritual. Patrick tem um caminho espiritual que começou muito jovem, pois sua família é dona de um Centro Espiritual Kardecista.

Aos 15 anos, ele havia contemplado muitos caminhos espirituais diferentes para praticar o auto-conhecimento, participando dos estudos de Gurdjieff, do trabalho de Trigueirinho e de Santo Daime, até conhecer os Huni Kuin e beber da sagrada medicina da ayahuasca com eles.

 

Seu caminho espiritual sempre foi um chamado que abriu seus caminhos pessoais e profissionais, chamado que reverbera no coração e serve ​​como combustível para mover-se, como acima, abaixo, como para fora, para dentro.

PATRICK BELEM

Diretor
Bem-te-vi Produções

Seleções e Prêmios

Premiação

Menção

Honrosa

Projetos

Selecionados

CTLPFX Earth Day Festival, Portland 2016

Vencedor na categoria "Melhor Filme de Esperança"
com Projeto Perfil - “Freddy Candia” (BO)
Menção Honrosa na categoria educational de
“Rescue Me” do projetto Watch Your Waste (THAI)

 

II Festival O Cubo, Rio de Janeiro 2015
Menção Honrosa para o Projeto Perfil  

com o curta documental"Freddy Candia" (BO)

I Festival O Cubo, Rio de Janeiro 2014

"It's Better"de The Yuya (UK) Melhor Vídeo-Clipe

pelo júri oficial, categoria entretenimento

 

Passion For Freedom, Londres 2013

“Special Award” / Menção Honrosa
para o vídeo arte “Balansophy” (NY)

Selecão Edital Profice, Paraná 2017-2020

Projeto Banamel, de initerância de ensino pelo estado do Paraná com a produção de um documentário.

Seleção Residência Artística, Camboja 2016

Residência artística Mad Monkey, um mês
realizando filmes para empreendedorismo social.

 

Residência Artística, Tailândia 2015

Residência acompanhando o projeto "Tropikos"
em Bangkok, gerando um documentário sobre o projeto.

Seleção Edital de Cultura MINC, BR 2014

Projeto de itinerância na Bolívia de 3 meses para o compor o seriado documental de 3 curtas "Projeto Perfil"

 

Seleção Residência Artística, Marrocos 2012

Um mês no Marrocos para criar vídeo-arte que
questiona a temática do progresso, criando "Progress".

Contato

  • White Facebook Icon
  • White Vimeo Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

Nossos projetos documentais são inteiramente financiados de forma independente, através de fundos pessoais, financiamento coletivo e doações diretas. Colabore com a produção de vídeos e projetos com foco em minorias e no povo originário, doe ou seja um produtor associado, entre em contato para saber mais.

Our documentary projects are entirely independently funded through personal funds, crowdfunding and direct donations. Collaborate with the production of videos and projects focusing on minorities and indigenous people, donate or be an associate producer, get in touch to know more.

© 2023 by Daniel Russo. Proudly created with Wix.com